top of page

Entendendo o Inbound Marketing: Como atrair e converter clientes de forma eficaz



Você já deve ter ouvido o termo Inbound Marketing, certo? Mas você sabe no que consiste essa estratégia?


Inbound Marketing é uma estratégia de marketing que se concentra em atrair, engajar e converter leads (prospects ou potenciais clientes) através de conteúdo valioso e relevante, e não através de anúncios invasivos.


O objetivo é criar relacionamentos duradouros e de confiança com os clientes atuais e potenciais.


O Inbound Marketing surgiu como uma resposta ao marketing tradicional, conhecido como Outbound Marketing, que se concentra em interrupções, como anúncios em televisão, rádio, jornais e principalmente na internet.


Com o crescimento da internet e das mídias sociais, as pessoas passaram a ter mais controle sobre o que querem ver e ouvir, e passaram a ignorar essas interrupções.


O Inbound Marketing foi criado para se adaptar a essa mudança, oferecendo conteúdo valioso que as pessoas querem consumir, em vez de forçá-las a ver anúncios que não as interessam.


O Inbound Marketing se baseia em quatro etapas: atrair, converter, fechar e fidelizar.


Confira cada uma das etapas:



Atrair


A primeira etapa do Inbound Marketing é atrair potenciais clientes para o seu site ou blog. Isso é feito através de várias técnicas. Confira algumas delas:

  • SEO (Search Engine Optimization): Envolve otimizar o seu site para que ele seja facilmente encontrado nos mecanismos de busca, como o Google. Se o seu site não aparece na primeira página do Google, é provável que o SEO precise ser melhor trabalhado. Isso inclui usar palavras-chave relevantes para o seu público, criar títulos e descrições atraentes e ter um site que carregue rápido. Converse com seu desenvolvedor ou procure uma agência como a Debiza para te auxiliar nessa etapa.

  • Conteúdo de qualidade: Criar conteúdo de valor é fundamental para atrair potenciais clientes. Seja por meio de artigos, e-books, fotos, vídeos, ou, o que é ideal, todos esses meios, o objetivo é fornecer informações úteis e interessantes que atraiam as pessoas para o seu site e os façam querer saber mais sobre sua empresa e seus produtos/serviços.

  • Mídias sociais: As mídias sociais são uma ótima maneira de atrair potenciais clientes para o seu site. Crie o conteúdo de qualidade mencionado no último ponto e compartilhe seu conteúdo em redes sociais, crie campanhas para atrair tráfego e se envolva com sua comunidade. As pessoas dão preferência a perfis que são mais humanizados.

  • Campanhas de marketing: As campanhas de marketing, como anúncios no Google ou no Facebook Ads, também podem ser usadas para atrair tráfego para o seu site. No entanto, é importante lembrar que essas campanhas devem ser direcionadas para públicos específicos e serem relevantes para eles. O abjetivo do Inbound Marketing é justamente atrair por meio do conteúdo e não da propaganda invasiva.

  • Captação de leads: Por fim, ofereça parte desse conteúdo em troca de informações de contato, como e-mail e telefone. Essa é uma excelente maneira de atrair potenciais clientes (leads) para o seu funil de vendas.

Como fazer isso na prática?


Vamos usar como exemplo uma empresa de cosméticos. Para atrair novos clientes usando essa estratégia ela pode criar um blog e começar a publicar artigos sobre cuidados com a pele, usando palavras-chave relevantes, como "pele seca"m "cuidados com a pele" e "produtos para pele seca".


Além disso, a empresa também pode criar uma conta no Instagram e compartilhar fotos de seus produtos e dicas de beleza. Isso ajuda a atrair potenciais clientes para o site e aumentam as chances de conversão.


A empresa também pode criar um e-book gratuito sobre "Como cuidar da pele seca", que as pessoas podem baixar em troca de seus contatos de e-mail.


Como os potenciais clientes fornecem seus contatos de e-mail para baixar o e-book, a empresa tem uma lista de leads qualificados para usar em campanhas futuras de e-mail marketing.




Converter


A segunda etapa, converter, é sobre transformar esses visitantes em leads qualificados, ou seja, pessoas que se mostraram interessadas no seu negócio e deixaram seus dados de contato, como nome, telefone e-mail.


Existem algumas formas de fazer isso. Listamos algumas delas:


  • Formulários de contato: A forma mais comum é usar formulários de contato em seu site. Essa é uma maneira eficaz de coletar informações dos visitantes e convertê-los em leads. Usando o mesmo exemplo já citado, você pode oferecer um e-book gratuito e colocar um formulário no site para que as pessoas possam baixá-lo.

  • Landing pages: As landing pages são páginas criadas especificamente para converter leads. Elas geralmente incluem um formulário de contato e uma oferta, como um e-book gratuito ou uma demonstração de produto. É bem provável que você já tenha se inscrito em uma dessas páginas, talvez se cadastrando pra "semana do inglês", ou algo do tipo. A ideia é justamente essa, oferecer algo valioso em troca de informações de contato.

  • CTAs (Calls-to-action): As chamadas para ação (CTA) são botões ou links que incentivam os visitantes a tomar uma ação específica, como baixar um e-book ou se cadastrar na aula gratuita. Eles devem ser colocados em lugares estratégicos do site, como no final de um blog post ou na barra lateral. Nas landing page é comum que os botões de CTA fiquem em mais de uma área na página, facilitando que o visitante clique no botão.

  • Chatbot: Você pode usar chatbots, ou robôs de autoatendimento, para conversar com visitantes do site e ajudá-los a tirar dúvidas e guiá-los na jornada de compra.


Considere um exemplo de como converter visitantes em leads: Uma empresa de software de gerenciamento de projetos cria uma landing page com um formulário de contato para baixar um e-book sobre como aumentar a eficiência dos projetos. Os visitantes preenchem o formulário com suas informações de contato e são redirecionados para a página de download do e-book. Com isso, a empresa adquire um lead qualificado interessado no assunto e pode seguir com a próxima etapa do funil de vendas.


Considere outro exemplo: Uma empresa de consultoria empresarial oferece um webinar gratuito sobre como melhorar a gestão financeira da empresa. Os interessados se inscrevem para o webinar através de um formulário de contato e, assim, se tornam leads qualificados para a empresa.





Fechar


A terceira etapa, o fechamento, é sobre transformar esses leads em clientes. Isso é feito através do contato com os leads que você atraiu e converteu.


Veja alguns exemplos de como aplicar essa etapa:

  • Enviar e-mails personalizados para os leads com conteúdo relevante e ofertas especiais para incentivá-los a fechar negócio.

  • Fazer ligações para os leads para entender melhor suas necessidades e oferecer soluções personalizadas

  • Criar campanhas de remarketing para lembrar os leads sobre a sua empresa e incentivá-los a tomar uma ação.

  • Fazer demonstrações de produtos ou serviços personalizadas para os leads, mostrando como eles podem se beneficiar de sua oferta.

É importante notar que essa etapa é contínua e requer um forte esforço de relacionamento com seus leads, por isso é importante ter estratégias e ferramentas para automatizar e escalar essas ações.




Fidelizar


Por fim, a quarta etapa, fidelizar, é sobre criar uma relação de confiança com seus clientes. Ela consiste em criar uma experiência positiva para os clientes, levando-os a divulgar sua marca para outras pessoas. Isso pode ser feito através de ações de pós-venda, pesquisas de satisfação, programas de fidelidade, entre outras.

Considere alguns exemplos de como você pode fazer isso:

  • Ofereça um suporte excepcional: Crie um time dedicado a atender as necessidades dos clientes e fornecer soluções rápidas e eficazes para os problemas que eles enfrentam.

  • Faça pesquisas de satisfação: Envie pesquisas para os clientes perguntando sobre sua satisfação com o produto ou serviço, e use essas informações para melhorar a experiência do cliente.

  • Crie programas de fidelidade: Ofereça recompensas ou benefícios exclusivos para clientes recorrentes, como descontos em futuras compras ou acesso a conteúdo exclusivo.

  • Faça upselling e cross-selling: Ofereça produtos ou serviços complementares aos clientes, baseado nas compras anteriores, para aumentar o ticket médio de compra e manter o cliente em sua base. Upselling é oferecer algo imediatamente após a primeira compra, quando o cliente ainda está propício a aceitar outras propostas. Já o cross-selling é oferecer um produto secundário, mas complementar, antes de o cliente finalizar a compra.

A etapa de fidelização é crucial para a construção de relacionamentos de longo prazo e para aumentar a taxa de retenção de clientes, além de contribuir para a geração de novos negócios através de indicações.

Ao seguir essas quatro etapas, é possível criar uma relação de confiança com seus clientes e fidelizá-los.


Para implementar uma estratégia de Inbound Marketing, é importante definir seu público-alvo e criar conteúdo relevante e valioso para ele. Além disso, é importante utilizar ferramentas de automação de marketing para gerenciar leads e acompanhar o desempenho da sua estratégia.


É importante lembrar também que o Inbound Marketing é uma estratégia de longo prazo e que os resultados podem não ser imediatos, mas com o tempo e a constância na produção de conteúdo e na implementação das etapas, é possível alcançar bons resultados.

9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page